Parece que foi ontem: Hollywood Rock, 25 anos

Hollrock

Bons tempos …

O Hollywood Rock é certamente um dos festivais que mais deixaram saudades no público que já passou da casa dos 30 e tornou órfãos aqueles que já haviam se acostumado a curtir quase que anualmente,  ao vivo, ou pela TV, uma bela mistura de shows dos mais variados nomes  do pop e rock  que tocavam no momento, além de render aos fãs excelentes bootlegs das apresentações.

Os ingressos naquela época tinham preço acessível e não existia a tal pista vip, pesadelo na vida de qualquer cidadão de bem que deseja assistir sua banda do coração nos dias atuais. Pra você ter uma ideia os ingressos da edição paulista do festival em 1993 (que trouxe nomes como Nirvana e Red Hot Chilli Peppers), custavam entre 140 mil e 220 mil cruzeiros, algo em torno de R$ 50 e R$ 80.

A exclusividade da transmissão era absoluta da Rede Globo, mas a partir dos anos 90 com a chegada da MTV, a cobertura do festival ampliou e graças à emissora paulista era possível acompanhar os bastidores do evento, assim como as entrevistas que os VJ´s faziam com as bandas participantes.

Diversos nomes de importância significativa para a música e inúmeras performances – umas muito boas e outras, de tremendo mau gosto – marcaram as sete edições do Hollywood Rock  que aconteceu entre os anos de 1988 e 1996. Devido à aprovação da Lei nº 9.249 que proibia a propaganda de produtos de tabaco e álcool em eventos culturais, o festival foi extinto, deixando tristes os nossos pobres corações.

1975, o início de tudo

Engana-se quem pensa que a primeira edição do Hollywood Rock aconteceu em 1988. Treze anos antes, mais precisamente em 1975, o festival deu as caras pela primeira vez numa edição não oficial mais modesta, organizada pelo jornalista e produtor musical Nelson Motta.

O primeiríssimo Hollywood Rock aconteceu durante quatro sábados no campo do Botafogo (RJ) e contou com a presença dos artistas nacionais que mais se destacavam no momento, caso de  Raul Seixas, Celly Campelo, Erasmo Carlos, O Peso, Vímana, Rita Lee & Tutti-Frutti (sendo este o primeiro show de Rita após sua saída dos Mutantes) e  Os Mutantes (que também fizeram o primeiro show sem a cantora).

O festival teve público estimado em 10 mil por noite e rendeu um disco com os melhores momentos dos shows além de um documentário raríssimo chamado “Ritmo Alucinante” de Marcelo França (1976), que segundo o site Cinemateca Brasileira foi o primeiro filme nacional feito sobre o tema.

75

Capa do disco lançado em 1976.

Provavelmente esta primeira edição (não oficial) do festival abriu as portas para o maior do país, o Rock in Rio, que viria a ser realizado dez anos depois.

De 88 à 96: a mistura de vertentes em 25 anos de festival

88 Com o patrocínio da empresa de tabacos Souza Cruz, surge em 1988 a primeira edição oficial do festival Hollywood Rock. Durante quatro noites de shows em São Paulo e no Rio de Janeiro bandas nacionais e internacionais esquentaram o Estádio do Morumbi e a Praça da Apoteose. O Supertramp que encerrou o festival belamente foi o grande destaque desta edição que ainda trouxe Duran Duran, Simply Red, UB40, Simple Minds, Pretenders e as brazucas Ira!, Titãs, Paralamas, Ultraje, Lulu Santos e Marina Lima.

hollywoodrock88

90 Dois anos depois acontecia a segunda edição do festival nos mesmos moldes da anterior, só que desta vez com um dia a menos.  Bob Dylan, Marillion e Bon Jovi (na época em que tocava hard rock de verdade) foram os grandes destaques do Hollywood Rock 90 que ainda trouxe várias outras atrações de qualidade como o Eurythmics, Tears For Fears e Terence Trent D’arby. No time nacional Margareth Menezes (que substituiu Gilberto Gil  devido ao acidente de carro que matou o seu filho, músico de sua banda) Capital Inicial, Barão Vermelho, Lobão e Engenheiros do Hawaii  agitaram o Morumbi e a Apoteose.

92 Acontecia em janeiro de 1992 a terceira edição do já querido Hollywood Rock. Desta vez as atrações marcaram presença no Estádio do Pacaembu, em São Paulo e permaneceram na Apoteose, Rio. O grande destaque daquele ano ficaria com o super show dos americanos do Living Colour (considerado por muitos como um dos melhores da história do Hollywood Rock) e das bandas queridinhas do momento: Extreme e  Skid Row, do insuportável Sebastian Bach. A banda one hit wonder EMF, Jesus Jones e o cantor Seal completaram o cast gringo. Lulu Santos, Cidade Negra, Titãs (que tocou junto com o Paralamas) e  Barão Vermelho foram os representantes nacionais do festival.

livingcolour92

93  Uma das edições de maior sucesso acontecia há exatos 20 anos, em 1993, com o 4º Hollywood Rock. O cenário grunge explodia forte e seus principais representantes marcaram presença nos palcos paulista (que naquele ano voltava ao Morumbi) e carioca. Se por um lado o Red Hot Chili Peppers fez uma das melhores apresentações do festival, o Nirvana apresentou um dos shows mais caóticos e deprimentes de sua carreira. Kurt Cobain, o vocalista perturbado fez e aconteceu da maneira mais negativa possível. Cuspiu nas câmeras, simulou masturbação, destruiu equipamentos do palco e sua guitarra. Em entrevista ao jornal “Folha de S.Paulo”o então  baixista da banda Krist Novoselic disse que aquele “foi um show de desconstrução de imagem do grupo.”

As bandas Alice in Chains (que ainda trazia o finado Layne Stanley nos vocais) e L7 completaram o time grunge e Simply Red (que na época estava estouradaço por aqui) fechou o festival, que também trouxe  as bandas Engenheiros do Hawaii, Biquini Cavadão, De Falla, Dr. Sin e Midnight Blues Band.

581200_441452002551602_110712546_n

flea

Flea, baixista do Red Hot Chili Peppers chegando ao aeroporto.

94 A 5ª edição do Hollywood Rock foi bem mais pop se comparada com a do ano anterior, especialmente em sua terceira e última noite que contou com shows de Skank, Fernanda Abreu, Jorge Ben Jor e Whitney Houston.  Já nas noites anteriores o rock deu as caras sendo muito bem representado pelas bandas Live, Sepultura, Ugly Kid Joe,  Robert Plant, Titãs, Poison e o Aerosmith, que estava no auge com seu bem sucedido álbum “Get a Grip” e fez um dos melhores shows daquela edição.

hollywood.1994

95 Em 1995 a 6ª edição do festival  recebeu uma das grandes bandas de rock da história, os dinossauros do Rolling Stones, que trouxeram sua Voodoo Lounge Tour para os Estádios do Pacaembu e Maracanã com uma superlotação digna de um público que esperou ansiosamente por 30 anos para ver as pedras rolarem. Com direito a clássicos, músicas novas e performances quentes entre Mick Jagger e sua backing vocal Lisa Fischer, os shows por aqui foram sem dúvida, inesquecíveis. Barão Vermelho, Rita Lee e Spin Doctors comandaram os shows de abertura.

stones

Os Stones incendiaram o festival de 95.

96 A 7ª edição do Hollywood Rock trouxe uma verdadeira miscelânea de atrações. Diversas vertentes da música se encontraram naquele que seria o último ano do festival. Do reggae do Cidade Negra, Steel Pulse e Aswad, passando pela nacionalidade do falecido Chico Science com sua Nação Zumbi e Gilberto Gil, à bandas  de estilos totalmente opostos como Bush, Raimundos e Urge Overkill , o festival parecia mesmo adivinhar que aquela seria sua edição derradeira e quis reunir fãs de estilos tão distintos em uma só celebração. E assim o rock setentista também marcou presença com o The Black Crowes e a dupla  Jimmy Page e Robert Plant e os irreverentes Pato Fu e  Supergrass se juntaram ao metal alternativo do White Zombie , ao  rock enjoadinho do Smashing Pumpkins e ao dark do The Cure para fechar com chave de ouro o festival que deixou (e ainda deixa) saudades.

envelope-do-hollywood-rock-de-1996_MLB-F-3151443732_092012

**********

Postado ao som do álbum “Yield” – 1998, Pearl Jam.

Sobre rosegomes

Rose,Tia Rose, Desert Rose ou só Desert, como quiser. Estudante de jornalismo, amante de boa música e boa bebida. Traz no currículo a pretensão de ser um Fábio Massari de saias. Contato: cademeuwhiskey@gmail.com
Esse post foi publicado em Música, Shows e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

10 respostas para Parece que foi ontem: Hollywood Rock, 25 anos

  1. Anselmo disse:

    Tenho boas lembranças Tia Rose,

    Me lembro que em 1992, quando o Extreme saiu do palco e o Skid Row entrou, o babaca do Sebastian qualquer coisa … (Acho um insulto citar o nome de Bach relacionando a este imbecil), disse que a banda que saiu era de menininhas e crianças e que agora é que ia começar o show de verdade … acho que foi no rio e depois no show de SP (Ou foi o inverso), o público aplaudiu demais o Extreme e vaiou o tal Sebá.

    Em 1993, lhe dou os parabéns por não colocar videos daquele show insano e desrespeitoso do Nirvana, e em 1994, eu curti muito o show do Aerosmith, e pasme, rs, do Jorge Ben, rs, que foi considerado pela imprensa na época a grande estrela do festival naquele ano, que era ano de copa e ele estava no auge com “WBrasil”, que foi uma canção que marcou aquela copa.

    Dos outros não tenho muita lembrança … mas eram legais sim.

    Curtir

  2. Jorge Takeda disse:

    Nossa! Encontrei neste post muita informação que eu não sabia!

    Não cheguei a acompanhar o festival, mas, lendo sobre ele, deu a sensação do quanto ele foi importante para o rock no Brasil.

    Curtir

  3. Viviane disse:

    Bon Jovi “na época que tocava Hard Rock”??? Bon Jovi nunca tocou hard rock…

    Curtir

  4. Gilberto disse:

    De 93 a 96 estive em todos em SP, nos dois dias que tinham rock. Excelentes lembranças dessa época!

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s