3 discos 5 estrelas de novembro

kids-with-headphones1

♪ ♫♪ ♫

Mais um mês chegando ao fim, (mais um ano que passa voando) e mais três disquinhos ouvidos entre tantos outros. Hoje vou falar de um lançamento, um nacional antigão muito bom e um clássico dos anos 70. Esta será a última “coluna de discos do mês” do ano de 2013, visto que em dezembro postarei a lista de 10 discos do ano (segundo minha humilde opinião) e confesso que está sendo muito difícil definir apenas 10 discos de tantas coisas boas que saíram nos últimos meses. Maaaaas isso é assunto só pra daqui há algumas semaninhas, por enquanto dá uma conferida nos três discos mais ouvidos em novembro:

Arcade Fire – Reflektor (2013) – Quando pensamos que 2013 já está com todas as suas opções de bons discos esgotadas, eis que surge o monumental Arcade Fire com um dos melhores discos da banda. Pra quem curte um bom e dançante indie rock Reflektor é tudo aquilo e um pouco mais. Traz vocais ousados e alegres e a participação mais do que especial do muso David Bowie.

Os destaques deste bem fadado disco ficam por conta da faixa-título, a dançante Reflektor, a embalantemente pitoresca Here Comes the Night Time e Normal Person, que tem uma batida mais rock, com os  vocais arranhados de Win Butler. Também não posso deixar de citar as incríveis It´s Never Over e Afterlife que inclusive ganhou duas versões bem distintas de videoclipe.

Taí um bom disquinho pra cair na dança!

★★★★★

Barão Vermelho – Carnaval (1988) –  O Barão Vermelho figura entre as grandes bandas do rock nacional e como tal teve completo êxito nos anos 80, década em que o Rock Brasileiro mostrava sua força e vigor de um jeito que nunca mais se repetiu.

Considero Carnaval um disco essencial pelo fato de ser o primeiro disco da banda a alcançar certa notoriedade após a saída de Cazuza – que era muito maior do que a banda – e por mostrar o talento indiscutível de Roberto Frejat a frente dos vocais. O disco traz as já clássicas  Pense e Dance (um dos maiores hits do rock nacional), Não me Acabo, O que Você Faz à Noite e Nunca Existiu Pecado.

O já clássico Carnaval ajudou a colocar o Barão de volta ao patamar das boas bandas nacionais.

★★★★★

Deep Purple – Machine Head (1972) – Pensar na década de 70 sem mencionar o Purple é praticamente uma blasfêmia musical e neste mês ouvi bastante Machine Head, e acabei o mencionando também na lista de discos essenciais dos anos 70 que  fiz junto aos meus camaradas do blog That Rock Music Blog.

Este é um dos grandes discos da banda, isso não há como negar. Além de conter os classicassos já manjados Highway Star e Smoke on the Water, Machine Head traz um festival de sonoridade, riffs magnânimos e alta potência nas viradas de batera.

Vale destacar com honra merecida a magistral Lazy, executada de maneira extraordinária pelos excepcionais Ritchie Blackmore na guitarra e Jon Lorde nos teclados e Space Truckin´que além das já mencionadas viradas do capeta de Ian Paice em sua batera envenenada, ainda traz interpretação única e intensa de Ian Gillan. Discaço.

★★★★★

Postado ao som de Queen com o álbum Made in Heaven (1995).

Anúncios

Sobre rosegomes

Rose,Tia Rose, Desert Rose ou só Desert, como quiser. Estudante de jornalismo, amante de boa música e boa bebida. Traz no currículo a pretensão de ser um Fábio Massari de saias. Contato: cademeuwhiskey@gmail.com
Esse post foi publicado em Álbuns, Listas, Música e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para 3 discos 5 estrelas de novembro

  1. Carlos SPFC disse:

    Boa noite Rose , o deep purple foi onde iniciei meu gsto pelo rock . esse Arcade fire é muito bom , não conhecia , tenha uma ótima semana 🙂

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s