Asia e Foster the People: estilos opostos, grandes discos

littleboy

Ahhhhh ♪♫

Este mês foram lançados dois discos que eu estava bastante ansiosa para ouvir e de bandas totalmente distintas: Asia, grupo formado por ex-integrantes de grande expressão no rock progressivo e Foster the People, um dos maiores nomes atuais do indie rock. Resolvi falar rapidamente dos álbuns, que apesar de serem tão opostos apresentam excelentes faixas dentro do trabalho que os caras propõem. Bora lá!

Asia – Gravitas

asia-gravitas (cover)

Gravitas é o décimo quarto álbum do Asia que saiu do forno estes dias para deleite geral da nação. Traz a estreia do guitarrista Sam Coulson (que já tocou com Paul Gilbert, entre outros) substituindo Steve Howe, fora do grupo desde 2013.

A trinca que abre os trabalhos já faz valer o disco inteiro. Valkyrie, o carro chefe mostra já de início que o velho Asia está de volta. Os backing vocals singulares junto à bela interpretação de John Wetton deixam isso bem claro logo de início. Gravitas é a faixa mais empolgante. Traz uma introdução calmamente bela que aos poucos vai crescendo e se torna uma grande canção. E pra fechar o trio, The Closer I Get To You, uma balada delicada, tocada de maneira simples e com um belíssimo refrão, que na forma deluxe do álbum traz uma versão acústica não tão atraente como a de estúdio.

Nyctophobia e Russian Dolls, junto á I Would Die For You, Joe Di Maggio’s Glove e Till We Meet Again são faixas mais regulares; mantêm o ritmo do álbum mas não trazem grandes novidades, já Heaven Help Me Now  merece ser ouvida com atenção. Vem uma sincronia sublime entre guitarra e violino em sua intro e depois cresce numa explosão entre teclado e batera, além de trazer um solo de guitarra hipnotizante.

Gravitas não é o melhor trabalho do Asia, mas é um álbum sutil que mantém a essência da banda e garante bons momentos de alta qualidade musical.

 

Foster the People – Supermodel

foster-the-people-supermodel

Depois do megassucesso de Torches (2011), o Foster the People parece ter decidido sair da zona de conforto e deu uma ousada no novo trabalho. Supermodel é um álbum de certa forma conceitual, com letras pessoais e introspectivas, concebidas em sua maioria por Mark Foster depois de algumas viagens por países como Marrocos e Índia. Ele mesmo declarou em um vídeo postado no canal da banda que o primeiro disco foi uma “coleção de canções” e que agora eles têm um álbum de verdade.

Os caras não abandonaram o pop eletrônico que os consagrou, mas deram uma repaginada instrumental e talvez alguns fãs mais conservadores possam estranhar de início, mas logo se acostumarão, afinal as doze faixas que compõem Supermodel são bastante sedutoras. Músicas como Ask Yourself (solinho maneiro) e Coming of Age são provas disso. O violão e a guitarra se sobressaem e a batera dá as caras de uma forma mais explícita.

As faixas Are You What You Want To Be? e Best Friend (destaque para o baixo) são aquelas impossíveis de se pular num CD; resgatam o mesmo Foster do álbum anterior mas com certo diferencial: letras com melhor conteúdo e maior sincronia instrumental.

O vocal de Mark Foster e seu alcance  também é um destaque à parte facilmente perceptível nas faixas Pseudologia Fantastica, The Angelic Welcome Of Mr. Jones e A Beginner’s Guide to Destroying the Moon.

Supermodel é um disco que vai do entusiasmo de Best Friend à serenidade da bela The Truth em 47 minutos de puro êxtase indie musical.

 

 

Postado ao som do Foster the People – Supermodel (2014)

Sobre rosegomes

Rose,Tia Rose, Desert Rose ou só Desert, como quiser. Estudante de jornalismo, amante de boa música e boa bebida. Traz no currículo a pretensão de ser um Fábio Massari de saias. Contato: cademeuwhiskey@gmail.com
Esse post foi publicado em Álbuns, Música e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s