Espíritos que habitam brinquedos? Conheça a bizarra ilha das bonecas

Uma das "habitantes" da ilha das bonecas, no México.

Uma das “habitantes” da ilha das bonecas, no México.

Você já ouviu falar na “ilha das bonecas”? Não? Então prepare-se para conhecer a história de um lugar no mínimo medonho, desses que provam (mais uma vez) que o ser humano é capaz das coisas mais estranhas quando tem um parafuso a menos se trata da morte…

Em 1952 o florista mexicano Don Julián Santana Barrera deixou mulher e filhos (por motivos que só Deus sabe) e decidiu que viveria sozinho numa área rural ao sul da Cidade do México, chamada Xochimilco, “um lugar de flores”. Ao ser informado de que na metade do século XIX uma menina havia morrido afogada em um dos canais em frente à sua casa, ele imaginou que aquele lugar poderia estar assombrado pela alma da criança. Certo dia, ao encontrar uma boneca flutuando nas águas do mesmo local, acreditou que se tratasse de um sinal e resolveu resgatar o brinquedo, pendurando-o numa árvore para que assim (de acordo com suas ideias) o espírito da garota se acalmasse. 

Entretanto, apenas uma boneca não foi o suficiente para que a mente de Don Julián se tranquilizasse. Ele continuava acreditando que a alma da menina ainda estava atormentada, assombrando seu território e achou que deveria pendurar mais bonecas para a criança. Então o florista passou a recolher toda e qualquer boneca descartada que encontrasse nos canais e até mesmo nos lixos, para assim pendurá-las às árvores da região e agradar o espírito. A obsessão era tanta, que ele passou a trocar com vizinhos de regiões próximas alimentos que cultivava, por bonecas. 

A princípio, se imaginarmos um local cheio de árvores com bonecas penduradas podemos até achar bonito e singelo, mas se levarmos em conta que os brinquedos estão velhos, cheios de bichos e com aparência assustadora por conta do tempo decorrido, essa imagem  torna-se no mínimo, bizarra.

3452092551_8e36d032b0_b-635x476

Em 2001 Don Julián sofreu um ataque do coração e segundo contam, caiu no canal exatamente no mesmo lugar onde a garota havia se afogado. O local ganhou o nome de “Isla de las Muñecas” ou “Ilha das Bonecas” e virou ponto turístico. O primo do florista, Anastasio, resolveu manter a casa e a região abertas para visitação e muitas pessoas levam bonecas para pendurar nas árvores, aumentando ainda mais a “população” da área.

Muito se fala a respeito da ilha. Alguns turistas juram ter presenciado bonecas sussurrando, mexendo os olhos e virando a cabeça. Outros dizem que espíritos torturados habitam o corpo das bonecas e que foram os responsáveis pela morte de Barrera. E ainda há os que digam que as pobres bonecas não têm culpa de nada e após o falecimento do florista se tornaram as guardiãs do local.

Eu sinceramente acredito apenas que uma mente doentia é capaz de inventar as ideias mais loucas e absurdas quando o assunto é a morte. E você, o que acha desta história? Tá a fim de incluir a ilha das bonecas no roteiro de viagem nas próximas férias?

0a5a5cc8f15fb9507629f06d64e3c1cb

173e36d83502cc6e078f0c8307cc0ab4

670f6f6f56ccfdaa8f705e681fce61c1

8799b021cb129a88434b3250cf506743

075234_bonekamex2

6804535541_8b96dfff46_z

13206149244_58b2e4f7b8

af776b55f60be4e64089de194aa6fa04

Curiosidades-Isla-de-Las-Munecas-4

dolls

DollsIsland-3

Isla de la Munecas

ilhadasbonecas

island-of-dolls-mexico-0

Mexico-Doll-Island-13228100064

Mexicos-Haunted-Island-Of-The-Dolls-Is-Terrifying-7

Mexicos-Haunted-Island-Of-The-Dolls-Is-Terrifying-12

Fotos: Jan-Albert Hootsen, Esparta, Pinterest, Emlii, Andrea Di Castro.

Postado ao som do álbum Sultans of Swuing – The Very Best of Dire Straits (1998)

Sobre rosegomes

Rose,Tia Rose, Desert Rose ou só Desert, como quiser. Estudante de jornalismo, amante de boa música e boa bebida. Traz no currículo a pretensão de ser um Fábio Massari de saias. Contato: cademeuwhiskey@gmail.com
Esse post foi publicado em Bizarrices, Diversos, Fotografia e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s