Strut: a volta groovada de Lenny Kravitz

Lenão está de volta!

Lenão está de volta!

Lenny Kravitz conseguiu o feito de lançar um dos discos mais deliciosos do ano. Listar Strut entre os melhores álbuns de 2014 não é exagero. O décimo trabalho do músico americano é recheado de uma sonoridade que viaja no rock and roll groovado que Kravitz faz com maestria, passeando pela soul music e funk da melhor qualidade, numa reunião instrumental mais que perfeita, onde a cozinha (batera e baixo tocados pelo próprio Lenny) é sem dúvida, um dos grandes destaques do disco.

Antes de mais nada, recomendo que você ouça a versão japonesa do álbum, que conta com 16 faixas – 4 a mais que a versão standard – e dá a dimensão exata da qualidade do trabalho. À primeira audição as músicas The Chamber (que as fms estão tocando a exaustão), Sex, New York City, Strut e Frankenstein saltam aos ouvidos pelo combo carismático que apresentam: batera gostosa em sintonia com o baixo suingadão e o vocal suave e intenso de Lenny. Impossível não gostar. E quando você já está totalmente em sintonia com o disco, eis que chega Dirty White Boots, com uma deliciosa batida preguiçosa e riffs melodiosos que te fazem desejar a eternidade da canção!

Com ares inocentes a graciosa I’m a Believer mantém o tom embalante do disco, que ainda nos brinda com a faixa Ooo Baby Baby, um belo cover de Smokey Robinson gravado originalmente pelo The Miracles e que manteve na voz aveludada de Kravitz os mesmos ares “motownzísticos” da versão original. Já entre as quatro faixas da versão japonesa eu destaco Sweet Gitchey Rose, a mais rock and roll do disco: riffs pesados, guitarra mais crua e pegada visceral na batera, o que pode facilmente nos transportar àquele Lenny Kravitz do álbum Are You Gonna Go My Way, de 1993.

Strut que também traz belíssimas baladas no melhor estilo Kravitz de ser, tais como The Pleasure and Pain, I Never Want to Let You Down e Lift Me Out of my Head, marca a volta de um grande e talentoso músico e já pode ser considerado como um dos melhores trabalhos desste multi-instrumentista de primeiríssima linha.

Dê toda  sua atenção e ouvidos à Strut. Vale muito a pena!

Strut – 2014

  1. “Sex”      
  2. “The Chamber”
  3. “Dirty White Boots”   
  4. “New York City”        
  5. “The Pleasure and the Pain”       
  6. “Strut”     
  7. “Frankenstein”  
  8. “She’s a Beast”
  9. “I’m a Believer”        
  10. “Happy Birthday”      
  11. “I Never Want to Let You Down”
  12. “Ooo Baby Baby”              
  13. “Lift Me Out of My Head”
  14. “It Won’t Feel the Same”   
  15. “Sweet Gitchey Rose”        
  16. “Can’t Stop Thinkin’ ‘bout You”

★★★★★

Postado (é claro) ao som de Lenny Kravitz – Strut (2014).

Anúncios

Sobre rosegomes

Rose,Tia Rose, Desert Rose ou só Desert, como quiser. Estudante de jornalismo, amante de boa música e boa bebida. Traz no currículo a pretensão de ser um Fábio Massari de saias. Contato: cademeuwhiskey@gmail.com
Esse post foi publicado em Álbuns, Música e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s