5 discos sem sentido (de boas bandas!)

Herrar é umano.

Herrar é umano.

Pois é, todos nós damos aquela escorregada de vez em quando, até mesmo os grandes músicos daquela banda que amamos, afinal, errar é humano né? Pensando nisso, eu e meus amiguinhos do TRMB criamos uma lista composta por álbuns que não fazem o menor sentido, (e que achamos tremendamente ruins), lançados por bandas boas (que muitos amam e muitos odeiam, mas enfim…). A lista completa – como de costume – você confere aqui e abaixo eu listo os meus escolhidos.

queen_hot_space (1)Queen – Hot Space (1982): É difícil entender como uma das maiores e melhores bandas de todos os tempos conseguiu a proeza de fazer um dos piores álbuns da história. Talvez o que salve Hot Space do total fracasso seja a única faixa realmente interessante do disco, Under Pressure com a participação lendária de David Bowie. E só. O restante do disco beira a new wave que acendia àquela época, característica que não combina nem um pouco com o Rock and Roll tradicional em sua mais pura essência que o Queen sempre fez. Talvez seja por isso que ao meu ver o disco seja ruim: ele foge do que a banda havia feito (brilhantemente) nos trabalhos anteriores. 

what-about-nowBon Jovi – What About Now (2013)

O Bon Jovi já foi uma banda de hard rock, e das boas, mas parece ter deixado toda aquela empolgação em 1995, no último álbum que realmente vale a pena, o These Days. Desde lá uma sucessão de álbuns pop rock cueca têm sido lançados por Jon & Cia e este mais recente é um verdadeiro show de horrores. What About Now traz uma pegada pobre e  pop, com uma batidinha que ao meu ver tenta se aproximar do estilo indie, mas sem sucesso. Fica humanamente difícil escolher entre todas as fraquíssimas 12 faixas qual a pior. E se não bastasse a banda fez um show triste no Rock in Rio 2013 tentando nos empurrar goela abaixo essas torturas musicais. Desgraça pouca é bobagem! 

1155765329_fTitãs – Titanomaquia (1993) – Este é mais um daqueles típicos casos em que o empresário acha que pode mudar o estilo da banda para acompanhar o que está em evidência, claro, apenas pensando no retorno financeiro. Este é o meu ponto de vista sobre Titanomaquia, álbum forçadíssimo que o Titãs gravou em meio a grande onda do momento, o grunge que invadia as telas da MTV e as “rádios rock” da vida. Os caras recrutaram até Jack Endino, que já havia trabalhado com o Nirvana, para produzir o álbum e deixa-lo mais… pesado?! E de pensar que  a banda que já havia lançado o incrível Cabeça Dinossauro… é realmente uma judiação sonora pensar neste disco de 1993.

chineseGuns N´Roses – Chinese Democracy (2008) – Eu classificaria este disco do Guns como um dos maiores micos que o rock já produziu. A começar pela enrolação até o mesmo ser lançado. Se não me engano foram mais ou menos, assim, por alto, uns 12 anos de “promessas” por parte do matusquela Axl Rose. A banda já não era a mesma e havia perdido grandes músicos como o guitarrista Slash, verdadeira “alma” do grupo. O Guns teria que trabalhar duro pra criar algo que realmente o fizesse voltar a ser o estouro que foi na década de 80, mas parece que os caras não conseguiram. Chinese Democracy até teve bom desempenho comercial, mas musicalmente deixa e muito a desejar.

van-halen-3Van Halen – Van Halen III (1998) – Quando ouço os primeiros acordes de Without You tenho realmente a sensação de que estou ouvindo Van Halen, porém ao invés da doce voz rouca de Sammy Hagar ou até mesmo os vocais marotos de David Lee Roth, o que temos? Gary Cherone, isso mesmo, o vocalista da banda Extreme, aquela do hit enjoado More Than Words. Não que eu não goste do Extreme ou do Gary, gosto da banda, que aliás tem ótimos trabalhos, mas como diz minha tia “não ornou”. Instrumentalmente (principalmente na guitarra), o álbum não consegue ser ruim, mas é de longe um dos piores que uma banda de nível como o Van Halen já produziu.

Postado ao som do álbum “Different Shades of Blue” (2014) – Joe Bonamassa.

 

Sobre rosegomes

Rose,Tia Rose, Desert Rose ou só Desert, como quiser. Estudante de jornalismo, amante de boa música e boa bebida. Traz no currículo a pretensão de ser um Fábio Massari de saias. Contato: cademeuwhiskey@gmail.com
Esse post foi publicado em Álbuns, Listas, Música e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s