Sobre ser mulher e curtir (verdadeiramente) um som

Ei tio, sabia que eu posso curtir música boa (de verdade)?

Ei tio, sabia que eu posso curtir música boa (de verdade)?

Este é o último post do ano e decidi escrever sobre algo que faz tempo que ensaio para discutir porque é um assunto que às vezes me incomoda. Relembrando alguns fatos acontecidos neste quase findado ano – assim como nos anteriores – resolvi dividir com aqueles que perdem seu precioso tempo lendo este humilde blog, alguns desabafos a respeito de preconceito.

Sobre algumas formas de preconceito e como as pessoas são hipócritas a respeito disso, eu já escrevi aqui, mas não é exatamente sobre isso que quero falar. Se você é mulher e está lendo este texto certamente vai entender, afinal, pra você ter chegado a este blog significa que curte um som, pois 90% do conteúdo dele é dedicado à música, uma grande paixão que tenho e que muitas vezes não é levada a sério.

Não quero (e nem preciso) provar nada pra ninguém, muito menos criar um post feminista, mas vez por outra é bom deixar registrado o quanto merecemos certo respeito. Então tio, quer dizer que porque sou mulher não posso entender sobre boa música? Não posso ser muito fã de uma banda sem ter um pingo de interesse sexual por qualquer um dos integrantes desta? Ou será que só posso curtir o som dos caras porque meu namorado (este sim merece respeito, afinal é homem né?) é um admirador fervoroso?

Mesmo sabendo que existe aquela turminha de patotinhas sazonais, que para agradar seus namorados e maridos se fazem fãs das mais pesadas e variadas bandas do cenário rock and rollzístico, nutrindo no fundo uma paixão interna por Bruno e Marrone, não se deve nunca, em hipótese alguma, generalizar.

Parece piada né? Mas se você é homem e está lendo este texto saiba que existem muitos “donos da verdade” que não aceitam que uma mulher possa realmente apreciar uma boa banda e saber a respeito de música. Se a mulher toca algum instrumento então, nossa! “Ela só aprendeu a tocar porque o namorado também toca.” E eu acho um barato, porque na maioria das vezes elas tocam melhor do que muito marmanjo que não consegue segurar as notas mais básicas de um simples classic rock. Eu dou é risada!

Também já passei por diversas situações em que contei até 3 e me segurei para não dar uma resposta atravessada ao tio (sim, em sua grande maioria os sabe-tudo já passaram da casinha dos enta e vivem perdidos no tempo entre o fantástico mundo do Sabbath e Purple).

Respeito é bom e eu gosto e por favor, quando eu colocar um Whitesnake pra rolar estou fazendo isso porque eu gosto e não porque meu namorado me pediu, ok?

A música boa está aí para que todos possam curti-la e sua história para ser apreciada, sem distinção de sexo, credo, cor ou qualquer outra coisa. Àqueles que sabem respeitar e levar isso com seriedade, minhas desculpas sinceras pelo desabafo. Àqueles que ainda assim se acham os superiores, meus mais sinceros votos de FODA-SE.

Postado ao som de Led Zeppelin – “Houses of the Holy” (deluxe edition, 2014)

Sobre rosegomes

Rose,Tia Rose, Desert Rose ou só Desert, como quiser. Estudante de jornalismo, amante de boa música e boa bebida. Traz no currículo a pretensão de ser um Fábio Massari de saias. Contato: cademeuwhiskey@gmail.com
Esse post foi publicado em Diversos, Opinião e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Sobre ser mulher e curtir (verdadeiramente) um som

  1. xavisxavier disse:

    Muito bom. Parabéns pelo Post. Nunca tinha parado pra pensar sobre esse ponto de vista das mulheres. Até hoje fico admirado com mulheres que ouvem um bom Rock´n Roll, pois acho raro. Agora vou valorizar mais ainda.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s