A macabra fábrica de bonecas humanas

Esta não é uma simples boneca...

Esta não é uma simples boneca…

A mente humana é realmente interessante, capaz dos atos mais notáveis e inteligentes. Mas quando a inteligência em excesso habita uma mente perturbada, ela passa a produzir pensamentos e ações bizarras, dignas de roteiros de filme de terror. E dos mais macabros.
À frente deste enredo assustador está o russo Anatoly Moskvin,48 anos. Poliglota, (fala 13 línguas, incluindo o celta) é também historiador, professor, pesquisador e autor de inúmeros livros. Um gênio. Mas um gênio com sérias obsessões. 

Anatoly Moskvin

Anatoly Moskvin

Em novembro de 2011, ao iniciar uma série de investigações a respeito de violações aos túmulos dos cemitérios da cidade russa de Nizhny Novgorod, o departamento de crimes do interior chegou ao apartamento de Moskvin, onde encontrou, em meio a  inúmeros livros, 29 bonecas. A descoberta passaria em branco se não fosse por um detalhe mórbido: as bonecas foram feitas com os restos mortais de 150 crianças e adolescentes do sexo feminino, entre 3 e 12 anos. O lar do conhecido historiador Anatoly Moskvin era na verdade uma fábrica de bonecas cadáver. 

Em meio ao aglomerado de livros distribuídos nos vários cômodos do apartamento, bonecas dos mais variados estilos: sentadas, deitadas, trajando vestidos de festa e de noiva, num cenário bastante assustador. Foi então que a polícia finalmente descobriu quem era o violador dos túmulos: o até então genial professor Anatoly Moskvin, que mumificava os cadáveres, fabricava suas bonecas e organizava festas para elas. No computador do poliglota foram encontradas informações sobre todas as meninas desenterradas; Moskvin sabia o nome de cada uma delas.

*As fotos abaixo são reais. Se você é daqueles que se impressiona fácil aconselho não ver...

bonecadaver1

bonecadaver2

bonecadaver3

bonecadaver9

bonecadaver5

bonecadaver8

Moskvin colocou uma caixinha de música dentro desta “boneca-urso”(também feita de restos humanos). A canção “Urso adora mel” tocava de dentro da boneca e ele dizia ter a sensação de que ela estava cantando para ele.

No apartamento também foi encontrado um vídeo feito pelo próprio, que mostra a cena relatada acima enquanto sua voz narra: “Estas bonecas são feitas de restos humanos mumificados.” Se você não é daqueles que se impressiona fácil assista a um vídeo feito pela polícia local e tire suas próprias conclusões…

Obcecado pesquisador da morte, Moskvin é também necropolista; um especialista em cemitérios e teve (até mesmo depois de sua prisão), diversos artigos sobre o assunto publicados nos jornais da cidade. Toda essa fixação pela morte talvez tenha uma razão ligada ao passado do historiador, como ele mesmo contou em um de seus artigos. Aos 13 anos de idade, enquanto caminhava em direção à escola, Anatoly Moskvin foi parado por um cortejo fúnebre. Alguns homens de terno preto o puxaram até o caixão e o obrigaram a beijar o defunto. Natasha Petrova, morta aos 11 anos, ganhou vários beijos em sua “testa de cera”, como descreveu o historiador. Depois disso, a mãe da menina colocou anéis em Moskvin e sua filha, como numa cerimônia de casamento. Ele acredita ter sido a partir daí que seu estranho interesse por cadáveres tenha surgido. Bizarro é pouco!

Por conta de sua “fábrica de bonecas humanas”, Anatoly Moskvin foi preso num hospital psiquiátrico e levado a juri. No ano passado teve dois pedidos de liberdade negados e um novo aguarda análise para este ano.

Moskvin quando foi detido: louco é pouco!

Moskvin quando foi detido: louco é pouco!

O corpo da menina Olga Chardymova foi reconhecido mumificado em uma das bonecas. No destaque, sua mãe Natalia Chardymova e Moskvin.

O corpo da menina Olga Chardymova foi reconhecido mumificado em uma das bonecas. No destaque, sua mãe Natalia Chardymova e Moskvin.

Talvez o mais assustador é que esta história tenha acontecido tão recentemente e não no século passado, como estamos acostumados a ver (neste querido blog), o que de certa forma nos aproxima ainda mais de seu personagem principal. E o que mais assusta também é pensar que inúmeros doentes como este podem estar soltos por aí cometendo as mais terríveis atrocidades. E a mente humana prova que pode ser realmente assustadora!

Fotos: Bigpicture,KP, Life, News, The Times, Dailymail e TheMirror.

 

Postado ao som do álbum Cannibals (2015) – Richie Kotzen.

Sobre rosegomes

Rose,Tia Rose, Desert Rose ou só Desert, como quiser. Estudante de jornalismo, amante de boa música e boa bebida. Traz no currículo a pretensão de ser um Fábio Massari de saias. Contato: cademeuwhiskey@gmail.com
Esse post foi publicado em Bizarrices e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para A macabra fábrica de bonecas humanas

  1. Daniel Costa disse:

    Acabei de ler uma de suas postagens no facebook. Achei muito interessante, por sinal! Por conta disso acabei vindo fazer uma visita no seu blog e estou curtindo muito… Parabéns! Encantado com tudo.

    Curtir

  2. MARCIO disse:

    parabens,gata reportagens que mexem com a mente humana,seu blog e muito interessante curti bastante e indicarei a mais pessoas.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s