5 músicos que previram sua própria morte através de canções

Crédito da imagem: Rayvon.

Créditos: Rayvon.

Assim como grandes poetas e pintores, os músicos têm na alma uma dose extra de sensibilidade. E tamanha percepção pode ser sentida em sua presença iluminada e suas letras que nos tocam de maneira única e inexplicável. Quem nunca se arrepiou com uma canção? Como entender essa sensação? Somente um verdadeiro artista com sensibilidade aguçada tem a capacidade de criar algo tão profundo aos nossos sentidos.


Talvez isso explique muita coisa. Talvez toda essa sensibilidade em excesso possa desvendar ideias tão exatas sobre a própria morte.

Confira abaixo cinco músicos que através de suas canções previram que o fim estava próximo.

hendrix_cademeuwhiskeyJimi Hendrix – Antes mesmo de alcançar reconhecimento mundial como um dos maiores guitarristas da história da música, Jimi Hendrix gravou uma canção chamada “The Ballad of Jimi” em que se referia a a sí mesmo como “seu melhor amigo”. O blues psicodélico de Hendrix gravado em 1965 num estúdio da cidade de Nova Iorque, impressionou a muitos pela letra, um tanto quanto “premonitória”:

[…] Many things he would try,
For he knew soon he’d die […]
Muitas coisas ele iria tentar, pois sabia que morreria  logo
[…]That is my story […]
Esta é minha história
[…] Now Jimi’s gone, he’s not alone.
His memory still lives on […]
Agora Jimi se foi, ele não está sozinho.
Sua memória continua viva.
[…] Five years, this he said.
He’s not gone, he’s just dead.
Há cinco anos, ele disse
Ele não se foi, está apenas morto.

 Em 18 de setembro de 1970, exatamente cinco anos depois de gravar a canção (como a música sugere), Hendrix morreu engasgado com seu próprio vômito.

 

lynyrd_cademeuwhiskeyLynyrd Skynyrd – Se tem um álbum que é completamente envolto numa atmosfera bizarra é Street Survivors (1977) do Lynyrd Skynyrd. Pra começar a “então” capa do disco, que trazia os integrantes da banda envolvidos em chamas teve que ser imediantamente substituída, afinal, exatamente 3 dias depois de seu lançamento o grupo sofreu um acidente de avião que resultou na morte de alguns de seus integrantes, entre eles Ronnie Van Zant, o vocal da banda. 

Um outro ponto que chama bastante a atenção é a letra de “That Smell”, uma das melhores faixas do álbum. Na composição do guitarrista Allen Collins e do próprio Ronnie Van Zant, o cheiro da morte ronda toda a canção. Inicialmente escrita como forma de expressar total decepção com o músico Gary Rossington, a cada dia mais envolvido com drogas e bebidas, That Smell assumiu novos ares após a tragédia com a banda e traz em seus versos o prenúncio da morte bem próxima:

[…] Ooh, ooh that smell
Can’t you smell that smell?
Ooh, ooh that smell
The smell of death surrounds you […]
Ooh, Ooh esse cheiro
Você não pode cheirar esse cheiro?
Ooh, Ooh esse cheiro
O cheiro da morte rodeia você.
[…] Angel of darkness is upon you […]
O anjo da escuridão está em cima de você

 

Jeff Buckley _cademeuwhiskeyJeff Buckley – Sensibilidade e delicadeza são parte das composições de Jeff Buckley. Em 1994 o músico americano gravou seu único álbum de estúdio, intitulado Grace. Entre suas 10 faixas – todas extremamente intensas e melancolicamente belas – está aquela que dá nome ao álbum e que chama a atenção por sua letra. “Grace” que pode assumir diversos significados, pode também dizer muito sobre o fim próximo de Buckley:

[…] Well it’s my time coming
I’m not afraid to die […]
Bem, esta é a minha hora
Não estou com medo de morrer
[…] And the rain is falling and I believe my time has come
It reminds me of the pain I might leave behind […]
E a chuva está caindo e eu acredito que a minha vez chegou
Isso me lembra a dor que eu devo deixar para trás
[…] And I feel them drown my name
                     […]
I’m not afraid to go but it goes so slow.
E eu sinto eles afogarem meu nome
Não estou com medo de partir, mas isso vai ser tão devagar

Em 29 de maio de 1997, Jeff Buckley morreu após se afogar enquanto nadava no rio Wolf, afluente do Mississipi.

 

MarcBolan_CademeuwhsiekyMarc Bolan – Líder da banda glam Tyrannosaurus Rex, ou simplesmente T-Rex, Marc Bolan foi um dos primeiros músicos a inserir um estilo mais brilhante e maquiado ao rock and roll. Em 1972 sua banda lançou o single “Solid Gold- Easy Action”, composição de Bolan que fala sobre ter uma vida com muita “ação e mulheres”. O que mais chamou a atenção de muitos fãs foi um trecho contido logo de início na música, uma frase um tanto “profética”:

Life is the same
And it always will be
Easy as picking foxes from a tree […]
A vida é a mesma
E sempre será
Fácil como colher raposas de uma árvore

Mas você deve estar se perguntando “o que deabos” tem a ver colher raposas de uma árvore? Pois é, licença poética né? Afinal, raposas não são maças ou qualquer outra fruta para serem escolhidas e colhidas de uma árvore.

MAS…

Em 16 de setembro de 1977 Marc e sua namorada (que estava alcoolizada ao volante) sofreram um acidente de carro que tirou a vida do músico. O carro bateu em uma árvore (árvore, como na letra da música). Mas, e o que as pobres raposas têm a ver com isso? Observe a placa do carro de Bolan:

bolan_cademeuwhiskey

FOX, raposa em inglês.

Acho que isso explica né?

 

petersteele_cademeuwhiskeyPeter Steele – O soturno vocalista da banda Type O Negative ficou conhecido principalmente por sua interpretação vampirística no videoclipe da já clássica Black No.1 e desde então angariou fãs do  metal gótico mundo afora. Com um visual singular (o cara media 2,03 m!) e uma voz poderosa, Steele chamava muito a atenção e sabia fazer bom uso disso. A grande maioria de suas composições  sempre abordaram temas como política, sexo, amor e suicídio, mas “I Don’t Wanna Be Me”, presente no álbum Life Is Killing Me, de 2003, fala mais do que isso:

[…]Two steps forward, three steps back
Without warning, heart attack
He fell asleep in the snow
Never woke up, died alone […]
Dois passos pra frente, três passos pra trás
Sem aviso, ataque do coração
Ele adormeceu na neve
Nunca acordou, morreu sozinho

Em 14 de abril de 2010, Steele, de apenas 48 anos, faleceu em decorrência de um ataque do coração.

 

Postado ao som do álbum “The Book of Souls” (2015) – Iron Maiden.

Sobre rosegomes

Rose,Tia Rose, Desert Rose ou só Desert, como quiser. Estudante de jornalismo, amante de boa música e boa bebida. Traz no currículo a pretensão de ser um Fábio Massari de saias. Contato: cademeuwhiskey@gmail.com
Esse post foi publicado em Listas, Música e marcado , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para 5 músicos que previram sua própria morte através de canções

  1. Ismenia disse:

    Muito sinistro MARC BOLAN BEM DIZER ELE PROFETIZOU SUA MORTE.MAIS INCABULADOR E QUE A PLACA DO CARRO DELE SE TINHA O NOME RAPOZA EM INGLES.MUITO ASSUSTADOR ISSO!!

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s