Tim Maia Racional, os 40 anos de um clássico renegado

Tim Maia Racional os 40 anos de um clássico renegado

O ano era 1974. Tim Maia, já reconhecido como grande músico e com 4 álbuns na bagagem, começava ali uma nova e diferente fase em sua vida, buscando transformações de caráter pessoal, que acabariam por refletir também em seu trabalho. O artista já se via trabalhando num próximo disco e suas bases já estavam quase prontas quando foi apresentado pelo amigo e também músico Tibério Gaspar ao “Universo em Desencanto”, livro com ensinamentos de uma espécie de seita que pregava uma teoria racional ligada a seres extraterrenos, denominada “Cultura Racional”.

Tim mergulhou de cabeça na doutrina e fez mais, levou junto seus músicos. “(…) ele convenceu a banda inteira a entrar para a seita. Pintamos todos os instrumentos de branco, até a bateria”, lembrou Serginho Trombone em entrevista ao UOL. “Foi uma fase muito doida. O Tim vivia olhando para o céu procurando disco voadores”, detalhou.

Tamanha transformação se refletiu nas letras do álbum em que o músico estava trabalhando. Em 1975, “Tim Maia Racional, Vol 1” foi apresentado à gravadora Phillips, da qual o artista fazia parte. O desprezo pelo material recebido fez com que Tim rompesse o contrato e fundasse seu próprio selo – SEROMA -,  abreviação de seu nome de batismo, Sebastião Rodrigues Maia.

Sobre o álbum é importante ressaltar o grande trabalho instrumental, fruto de um flerte bem sucedido entre o funk e soul de primeiríssima linha, com influências claras de Marvin Gaye e cia. Se por um lado as letras de Racional parecem confusas e sem muito sentido, vale atentar ao vocal extremamente limpo e forte de um Tim Maia que por conta de sua “nova filosofia de vida” havia largado as drogas, o álcool e a má alimentação. Entre as grandes faixas deste volume estão Imunização Racional, Bom Senso, Rational Culture e Ela Partiu.

Destaque para os wah-wah´s das guitas, as linhas poderosas de baixo e os backing vocals, tudo no melhor estilo Motown.

No ano seguinte, Tim lançaria o segundo volume do álbum, que mantinha a mesma pegada na alta qualidade instrumental e nas composições voltadas ao “Universo em Desencanto”. Canções como Paz Interior, O Caminho do Bem e Que Legal são algumas das grandes sacadas deste discaço.

Desiludido ao enxergar as verdadeiras intenções de Manuel Jacinto Coelho, principal mentor da Cultura Racional, Tim Maia resolveu largar a religião e desprezar os álbuns feitos no período, chegando a recolhê-los do mercado. Tim Maia Racional Vols 1 e 2 se tornaram verdadeiras raridades, sendo até hoje bem difíceis de encontrar e quando encontrados, de valores exorbitantes.

Em 2011 a Editora Abril lançou “Tim Maia Racional, Vol 3”, dentro de uma caixa com 14 cds do cantor, chamada “Coleção Tim Maia”. Com 6 faixas inéditas gravadas àquela época, o álbum é de qualidade parecida com os demais, mas despertou reprovação nos amigos e familiares de Tim, que consideraram a “homenagem” desrespeitosa, já que o músico não queria divulgar nenhuma outra canção relacionada à seita.

Futricas à parte, fica registrado neste humilde blog uma singela lembrança das 4 décadas desta fase “viajandona” de Tim, que acabou por presentear a nós, fãs (e órfãos) de boa música e bons vocais, com um trabalho de qualidade gritante.

“E agora chegando o bem, se afasta o mal” (Tim Maia – Paz Interior).

Tim Maia Racional, os 40 anos de um clássico renegado1

Postado ao som do álbum “Tim Maia Racional, Vol 1” (1975) – Tim Maia.

Sobre rosegomes

Rose,Tia Rose, Desert Rose ou só Desert, como quiser. Estudante de jornalismo, amante de boa música e boa bebida. Traz no currículo a pretensão de ser um Fábio Massari de saias. Contato: cademeuwhiskey@gmail.com
Esse post foi publicado em Álbuns, Música, Soul e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s