Bons álbuns do rock nacional através das décadas : 90´s

Bons álbuns do rock nacional através das décadas 90´s

Seguindo a série de posts sobre os melhores álbuns do rock nacional, chegou a vez da década de 90 e o que de melhor ela nos trouxe em termos de música boa produzida por aqui. Os anos 90 marcaram época pelo surgimento de diversas vertentes dentro do rock e como elas influenciaram nossos músicos mais importantes. Tem disco mais popular e disco mais alternativo…

Duvida? Dá um confere!

MI0001502716Engenheiros do Hawaii – o Papa é Pop (1990): O Engenheiros do Hawaii é aquele tipo de banda que tem o número de haters proporcional ao número de fãs e o 4º álbum de estúdio que a banda lançou no início da década de 90 foi só mais um belo trabalho dos caras que arrancou elogios e críticas de todos os tipos.

O Papa é Pop marca uma nova fase na sonoridade da banda, que apostou num rock mais popular facilmente perceptível nas faixas Pra Ser Sincero e na regravação da regravação de Era um Garoto Que Como Eu, Amava os Beatles e os Rolling Stones, sucessos estrondosos nas rádios  brasileiras e que  elevaram os caras ao patamar das grandes bandas do rock nacional.

Deste clássico noventístico do rock brazuca ainda destaco as faixas  O Exército De Um Homem Só I, O Papa É Pop, Ilusão De Ótica (que brinca com mensagens subliminares e à época causou “polêmica” entre os menos favorecidos de inteligência) e Perfeita Simetria.

 

disco4Golpe de Estado – Quarto Golpe (1991):  Toda boa lista de discos nacionais que se preze tem a obrigação de conter ao menos um álbum do Golpe de Estado, uma das melhores bandas brasileiras de todos os tempos, que infelizmente nunca teve o devido reconhecimento. Este  4º trampo intitulado Quarto Golpe traz nove faixas recheadas do verdadeiro rock and roll, muito bem executado por quem sabe o que faz, além de conter um dos grandes hits da banda, a balada hard Caso Sério.

Outros destaques deste belo álbum ficam por conta das faixas Não Faz Mal, Faço o Que Posso, Retorno e Sanguessugas.

Vai ter Golpe sim! Vai ter muito Golpe!

 

baraoBarão Vermelho – Supermercados da Vida (1992): Aquele rock and roll malandro, carioca e genuíno que só o Barão Vermelho sabe fazer, você pode encontrar nas 14 faixas de Supermercados da Vida, 8º disco de uma das bandas mais respeitadas da história da música brasileira.

O álbum marca a estreia do engajado baixista Rodrigo Santos e traz além do rock costumeiro da banda, um belo passeio pelo folk, blues e jazz, misturados às deliciosas composições de Roberto Frejat & cia. Os bons destaques deste álbum ficam a cargo das faixas Fúria E Folia, Odeio-te Meu Amor – que conta com a participação do músico Guilherme Arantes no piano – Pedra, Flor E Espinho, Flores Do Mal, A Noite Não Acabou e Fios Elétricos – com Clemente (Inocentes) à frente da guitarra.

 

Raimundos – Raimundos (1994): Uma das grandes bandas surgidas nos anos 90, sem dúvida, foi o Raimundos. Fazendo um som pesado, classificado como forrocore, numa mistura de hardcore com elementos da música nordestina e aliado a letras irreverentes e palavrões cantados muitas vezes  de maneira quase imperceptível, os brasilienses conquistaram rapidamente o status de grande banda do rock nacional.

O disco de estreia, autointitulado, é um dos mais importantes da década e traz em suas 16 canções alguns bons clássicos do rock brazuca. Com direção artística dos Titãs e participação de alguns músicos da banda, os destaques deste álbum – que é porrada pura – são as faixas Puteiro em João Pessoa, Palhas do Coqueiro, Nêga Jurema, Bê a Bá e Selim.

 

1994-CAPA-CALANGO-e1407758632565-320x320Skank – Calango (1994): Pra quebrar a “hegemonia” do hard rock mais pesado presente até aqui, o Skank aparece com seu pop rock-reggae em um dos melhores trampos dos caras.

Calango, segundo disco da banda, mescla em suas onze faixas ritmos brasileiros com um ska suingado, tendo como pano de fundo elementos do reggae tradicional, sempre trabalhado pelos músicos.

Entre os principais destaques deste celebrado álbum estão as faixas Jackie Tequila, Esmola,  Beijo e a Reza, a regravação do clássico de Roberto Carlos É Proibido Fumar – que ganhou roupagem mais dançante e estourou na época de seu lançamento -, além das delicinhas Te Ver e Pacato Cidadão.

 

imagesBarão Vermelho – Carne Crua (1994): Sim, eles estão presentes mais uma vez nesta gloriosa lista, afinal, estamos falando de outro grande trabalho do Barão Vermelho, o álbum Carne CruaMais pesado que o sucessor Supermercados da Vida, o nono disco dos caras contém uma sonoridade mais elétrica, o que facilmente se nota nos riffs pulsantes e na interpretação intensa de Roberto Frejat.

Só por conter as grandiosas Meus Bons Amigos e Daqui Por Diante, o registro já vale e muito a pena. Outros bons destaques do disco ficam com as faixas Pergunte Ao Tio José (poema de Raul Seixas musicado por Frejat), Guarda Essa Canção e O Inferno É Aqui.

 

TantraElesNaoEramNadaTantra – Eles Não Eram Nada  (1996): Talvez você não conheça a banda Tantra ou talvez até conheça e não se lembre, e apesar de ter dado uma sumida este grupo fez um dos melhores álbuns da década de 90. Um pop rock melodioso com claras influências do britpop da época marcam Eles Não Eram Nada, o disco de estreia dos caras.

Entre os grandes achados deste belo trabalho do power trio carioca estão as faixas Corvos Sobre o Campo – claramente inspirada no filme  Sonhos, do cineasta japonês Akira Kurosawa, sobre o artista Van Gogh -, Tropicália, regravação que foi muito elogiada por Caetano Veloso, compositor da música, Barbie e Ken, A Lugar Nenhum e Cut Back.

 

downloadOs Paralamas do Sucesso – Hey Na Na (1998): Um rock mais calmo, beirando o pop, com leves pitadas de MPB. Assim é Hey Na Na, 9º álbum dos Paralamas, último lançado pela banda na década de 90 e antes do acidente de Herbert Vianna, em 2001.

Diferente daquele Paralamas oitentista e jovial, as composições deste trabalho – a grande maioria de Herbert – aparecem mais maduras e intensas, reflexo dos anos de estrada dos caras. As faixas Depois da Queda O Coice, O Trem da Juventude, O Amor Não Sabe Esperar e Ela Disse Adeus são os grandes destaques deste disco.

 

isopor-W320Pato Fu – Isopor (1999): Se tem uma banda que apareceu bastante no cenário musical durante os saudosos anos 90 foi o Pato Fu. Com composições originais e marcantes e uma sonoridade bastante criativa, os considerados “Mutantes noventistas” produziram alguns bons discos, entre  os quais destaco Isopor, 5º álbum lançado no finzinho da década.

Isopor contém 12 faixas, sendo uma delas interativa e seus maiores destaques ficam por conta das canções Made in Japan – cantada inteiramente em japonês pela vocal Fernanda Takai, que chegou a ter aulas particulares só pra gravar a música (inclusive a faixa também obteve sucesso no Japão), Depois, Perdendo Dentes e as dançantes Saudade e Prato do Dia.

 

com-voce-meu-mundo-ficaria-completo-W320Cássia Eller – Com Você… Meu Mundo Ficaria Completo (1999): Imagine ouvir do seu filho, uma criança, que você berra ao invés de cantar? Pois foi o que Cássia Eller ouviu do seu filho Chicão e que a levou a gravar um álbum “mais calmo” e voltado à MPB, mas claro, com aquele toque maroto de rock and roll característico de Cássia.

Produzido por Nando Reis – que convenhamos, fazia uma senhora dupla com a cantora – Com Você… Meu Mundo Ficaria Completo ganhou composições de nomes conhecidos da música, feitas especialmente para Cássia.

Não há dúvida de que este é o melhor trabalho da intérprete, que faz muita falta no cenário atual da nossa música. As faixas O Segundo Sol; Mapa Do Meu Nada; Um Branco, Um Xis, Um Zero; Palavras Ao Vento e Infernal dão uma boa dimensão disso.

 

Postado ao som do álbum Com Você… Meu Mundo Ficaria Completo (1999) – Cássia Eller.

Sobre rosegomes

Rose,Tia Rose, Desert Rose ou só Desert, como quiser. Estudante de jornalismo, amante de boa música e boa bebida. Traz no currículo a pretensão de ser um Fábio Massari de saias. Contato: cademeuwhiskey@gmail.com
Esse post foi publicado em Álbuns, Música e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s