Belas capas através dos anos: 1980

belas-capas-atraves-dos-anos-1980Dando continuidade à série marota e pimposa sobre as mais belas capas de discos através dos anos, chegamos à inesquecível e singular década de 80, uma das épocas mais difíceis de produzir capas com alguma beleza notável, já que naquele tempo a moda era parecer brega! Porém o bom gosto prevaleceu nos trabalhos a seguir.

Dá um confere!

***********

U2 – Boy (1980): O U2 estreou para o mundo em 1980 com o álbum “Boy”, que traz uma capa simples porém icônica: um belo garoto de olhar inocente que segundo Bono, vocalista da banda, simboliza a adolescência e suas angústias, sua sexualidade, espiritualidade e amizade. Fotografada por Hugo McGuiness, a capa gerou certa polêmica na América, chegando a ser substituída por uma foto esticada dos integrantes da banda, completamente sem sentido. Vale destacar que o “boy” da capa é Peter Rowen, hoje um renomado fotógrafo.

boy

Echo & the Bunnymen – Heaven Up Here (1981): A capa do segundo trabalho da banda inglesa traz uma bela imagem dos caras numa praia em Porthcawl, perto de Rockfield, onde estavam gravando o álbum. O registro foi feito pelo fotógrafo Brian Griffin e de acordo com declarações do empresário da banda, Bill Drummond, mostra os músicos numa espécie de representação do que seria o “frio, a umidade e a escuridão”. “Heaven Up Here” teve sua capa  merecidamente eleita a mais bela do ano (1981) pela revista NME.

echo

Asia – Alpha (1983): Assim como toda a capa de disco progressivo, “Alpha” não poderia ser mais bela. A capa do segundo álbum da banda britânica foi criada por Roger Dean, conhecido por seu trabalho com o Yes e Uriah Heep. Apenas observe a bela arte enquanto escuta as faixas  “The Heat Goes On”, “The Last to Know”, “True Colors” e “Open Your Eyes” e sinta-se transportado ao ambiente calmo retratado na capa do disco.

asia

New Order – Power, Corruption e Lies (1983): Para a capa de “Power, Corruption e Lies”, segundo álbum do New Order e importante divisor de águas na carreira da banda, o  artista Peter Saville recriou a obra “A Basket Roses” do pintor francês Henri Fantin-Latour. De acordo com o designer, “as rosas são sedutoras e representam os meios pelos quais o poder, a corrupção e as mentiras se infiltram em nossas vidas.” Vale ainda destacar que em 2010 a capa de Power, Corruption e Lies entrou para a lista dos “10 álbuns clássicos do Rock britânico”, ganhando uma versão em selo pelo serviço postal do Reino Unido (Royal Mail).

new

Iron Maiden – Powerslave (1984): Um dos mais importantes álbuns da banda, traz o trabalho do ilustrador Derek Riggs combinando as “pirâmides do Faraó-Deus-Eddie-Horus” com o estilo egípcio da faixa-título, “Powerslave.” A capa ricamente detalhada parece absorver o conteúdo das letras e a fase de amadurecimento do grupo.

iron-maiden-powerslave

Marillion – Misplaced Childhood (1985): O terceiro e mais aclamado álbum da banda progressiva traz o pequeno Robert Mead (na época com dez anos de idade), representando o personagem central do disco. O trabalho conceitual conta sobre um garoto que passa por diversos traumas, como a morte de um amigo e a perda do amor, o que o leva a ter sérios problemas de angústia e depressão. O artista Mark Wilkinson foi o responsável não só pela bela imagem da capa de “Misplaced Childhood”, como também dos singles do disco, todos contando com o pequeno Robert, que chegou até mesmo a participar do clipe de Kayleigh, do mesmo álbum.

marillion

Boston – Third Stage (1986): Uma viagem pelo terceiro estágio da vida. Esse é o tema que cerca o terceiro trabalho da banda americana Boston. A ideia para a capa de “Third Stage” partiu do ilustrador Chris Serra e foi concebida pelo artista John Salozzo, que através do desenho de uma nave no espaço, sintetiza o significado das 10 faixas do disco que contam a história de uma viagem por três etapas da vida.

boston

Coil- Horse Rotorvator (1986): À primeira vista, o segundo disco da banda britânica de rock industrial se diferencia totalmente das capas de outros álbuns da mesma vertente, se não fosse por um detalhe: um texto sombrio estampado em branco presente na bela imagem de um coreto no Hyde Park, que anos antes serviu de cenário para um bombardeio do IRA que matou três soldados e seus sete cavalos. Mas o que realmente é evidenciado pelo post é a fotografia, feita por John Balance (vocalista e compositor do Coil) e que nos passa (mesmo que de maneira aparente, muito longe do conteúdo do próprio álbum), uma ideia de calma e tranquilidade. O mais fascinante na capa de “Horse Rotorvator” é a mensagem que ela nos passa: lugares bonitos podem esconder memórias terríveis.

coil

Fates Warning – Awaken the Guardian (1986): O gênero progressivo sempre rende belos álbuns e a grande maioria das capas desse segmento não ficam atrás. “Awaken the Guardian”, terceiro disco da banda de metal progressivo Fates Warning é mais um exemplo. Produzida pelo artista grego Ioannis, a capa – com elementos interplanetários – nos remete a uma história de ficção científica e foi inicialmente desprezada pelo próprio designer. “Era como uma versão obscura de uma obra de arte de Roger Dean, muito orientada à fantasia, eu não gostava disso no começo, mas anos depois meu interesse por ela foi crescendo.Hoje em dia é uma das capas mais famosas da banda”, declarou ao site gringo And Justice For Art.

awaken_the_guardian

Fleetwood Mac – Tango in the Night (1987): O 14º álbum da banda americana traz em sua capa uma pintura do artista australiano Brett-Livingstone Strong, inspirado na obra do século XIX, “A Encantadora de Serpentes”, feita pelo pintor francês Henri Rousseau. Vale destacar que a mesma capa foi usada também no single de “Big Love”, o primeiro do álbum.

fleet

*******

Postado ao som do álbum “Joanne” (2016) – Lady Gaga.

Anúncios

Sobre rosegomes

Rose,Tia Rose, Desert Rose ou só Desert, como quiser. Estudante de jornalismo, amante de boa música e boa bebida. Traz no currículo a pretensão de ser um Fábio Massari de saias. Contato: cademeuwhiskey@gmail.com
Esse post foi publicado em Capas de Disco e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s