Whisky A Go Go, a meca do rock

*Postado originalmente por esta que vos escreve no That Rock Music Blog

Não. Não se trata da música oitentista da banda de tiozinhos Roupa Nova e sim, de uma das casas de eventos de maior importância dentro do cenário rock and roll de todos os tempos, berço de diversos artistas, que abrigou performances históricas de algumas das maiores bandas que já existiram e que completou em janeiro 53 anos de pura história.

O Whisky A Go Go foi rotulado como a primeira discoteca oficial dos EUA, mas apesar deste “rótulo”, o que mais marcou o local foram os shows lendários de diversos nomes do cenário rocker. O “empreendimento”, localizado na 8901 Sunset Boulevard, em West Hollywood, Los Angeles, Califórnia, tem como proprietários os sócios  Elmer Valentine, Phil Tanzini, Shelly Davis e Theodore Flier e passou a funcionar oficialmente cinco dias após sua inauguração, com uma apresentação de Johnny Rivers.

A inspiração para o Whisky A Go Go veio de um clube de mesmo nome em Paris que Valentine visitou em 1963, logo depois que fora abandonado pela patroa. O empresário investiu 20 mil dólares com seus sócios já citados  e  assinou um contrato de um ano com Rivers. Pra complementar o charme do local, dançarinas mexiam as cadeiras dentro de uma gaiola com os trajes oficiais do Whisky A Go Go: vestidos de franjas e botas brancas. Assim, a casa tornou-se o principal ponto de encontro de músicos da Sunset Strip e descolados na década de 1960.

Pra você ter uma ideia, nomes como Alice Cooper, The Doors, Them, o Mothers of Invention de Frank Zappa, Jimi Hendrix, The Kinks, The Who, Cream, Led Zeppelin, Ramones, entre muitos outros, passaram por lá nos anos 60 e 70, ou seja, o local pode ser denominado como uma verdadeira rota das grandes estrelas da música, um lugar histórico!

Já na década de 80, grupos como Guns N’ Roses, Metallica, Van Halen e Mötley Crüe deram as caras por lá em apresentações marcantes e na década seguinte, com o surgimento da febre de Seattle, diversas bandas do segmento grunge incluindo Soundgarden, Mudhoney, Melvins e vários outros, carimbaram passagens pra lá de históricas nos palcos do Whisky.

 

 

“The Whisky era a meca!”, disse Ray Manzarek, tecladista do The Doors, ao site gringo LA Times, em 2003. “Foi o point em Los Angeles. Foi provavelmente o point em todo o país.”

O local continua firme e forte após 53 anos de puro rock and roll, com shows especiais executados pelas estrelas que ajudaram a fazer do Whisky A Go Go uma verdadeira meca do rock, com bem disse o saudoso Manzarek.

Mais sobre o clube você confere aqui.

 

Postado ao som do álbum “The Doors” (1967), The Doors.

Sobre rosegomes

Rose,Tia Rose, Desert Rose ou só Desert, como quiser. Jornalista por formação, amante de boa música e boa bebida. Traz no currículo a pretensão de ser um Fábio Massari de saias. Contato: cademeuwhiskey@gmail.com
Esse post foi publicado em Música e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s