2017 em belas capas de discos

Como já é tradição no blog, chegou a hora de conferir as capas mais bonitas dos discos lançados em 2017. Lembrando que neste post somente foram escolhidos os álbuns pela beleza de suas capas. O conteúdo musical nada tem a ver com a lista. Bora lá:

Mono Inc – “Together Till The End”: A banda alemã escolheu uma caravela do século XVII para ilustrar a capa de seu nono álbum. Artista não divulgado.

****

Greywind – “Afterthoughts”: Uma floresta coberta de neve envolvida em chamas ilustra o álbum da banda irlandesa Greywind. A pintura é do artista britânico Daniel Conway.

*****

Pride Of Lions – “Fearless”: A capa de Fearless, recente álbum do projeto de AOR Pride Of Lions faz uma alusão à sonoridade do disco. Enquanto a bailarina representa a sensibilidade das melodias, o leão simboliza a força do som, que mesmo melódico traz muito peso. Arte da capa feita por Kai Brockshmidt.

*****

Tree Of Life – “Awakening Call”: Awakening Call é o primeiro álbum do projeto de prog metal instrumental venezuelano Tree Of Life. A capa é uma das artes mais lindas já lançadas. Artista divulgado.

*****

Secret Sphere – “The Nature Of Time”: A bela capa de Nature Of Time – álbum da banda italiana de prog metal Secret Sphere – foi feita pelo artista brasileiro Wesley Souza de apenas 22 anos!

*****

Rich Hopkins And Luminarios -“My Way Or The Highway”: O músico americano Rich Hopkins caminha numa estrada vazia em meio ao nada e com o céu lindamente iluminado. Parece uma imagem clichê, mas a beleza e precisão da fotografia tornam a capa encantadora. Artista não divulgado.

*****

Mystery – “Second Home”: A capa de Second Home, álbum ao vivo da banda de prog metal canadense Mystery traz uma atmosfera de inocência captada por Azika Johan.

******

Threshold – “Legends Of The Shires”: A artista russa Elena Dudina assina a belíssima arte da capa de Legends Of The Shires, 11º trabalho do Threshold, que segundo o tecladista da banda Richard West, “lembra algumas das  capas de clássicos álbuns prog do século XX“.

*****

Noel Gallagher’s High Flying Birds – “Who Built the Moon”: O 3º álbum da banda de Noel Gallagher traz ninguém menos do que sua esposa na capa. Sara MacDonald foi fotografada num cenário deserto e enigmático pelas lentes de Gareth Halliday.

******

Gustavo Telles – “Gustavo Telles & Os Escolhidos”: O 4º álbum de Gustavo Telles – um dos principais nomes da nova música instrumental brasileira – tem a “poética” capa assinada por Rodrigo Marroni, com arte de Leo Lage.

 

 

****

Postado ao som do álbum “Songs Of Experience” (2017), U2.

Sobre rosegomes

Rose,Tia Rose, Desert Rose ou só Desert, como quiser. Estudante de jornalismo, amante de boa música e boa bebida. Traz no currículo a pretensão de ser um Fábio Massari de saias. Contato: cademeuwhiskey@gmail.com
Esse post foi publicado em Capas de Disco, Listas e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para 2017 em belas capas de discos

  1. Rivaldo disse:

    A música tbm se vê, com uma capa dessas com certeza o álbum deve ser bom
    Apreciar uma boa música são p ouvidos sensíveis

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s