Resenhas: Manic Street Preachers e Arctic Monkeys

Quando duas bandas muito boas lançam dois tipos de álbuns, sendo um considerado pela grande maioria “completamente incrível” e outro, no mínimo, “intrigante”, temos um belo desafio pela frente: ouvi-los!

Manic Street Preachers – “Resistance Is Futile”: O décimo terceiro álbum da banda galesa já pode ser considerado um clássico. Com 12 faixas em sua versão simples e 26 na deluxe (contando com 14 demos), Resistance Is Futile traz certo toque de melancolia e densidade emocional em suas composições. Seja em People Give In, faixa de abertura, que traz letra e melodia fortes, ou na pegada “manicstreeteana” de International Blue e A Song For the Sadness, passando ainda pelas espetaculares Hold Me Like a Heaven  e  In Eternity, sendo esta última uma homenagem a David Bowie.

Close the curtains in L.A

Open them up on a Berlin day”

“Fechou as cortinas em L.A

 Abriu-as em um dia de Berlim.”

A presença feminina também dá as caras num dueto feito com a cantora The Anchoress em Dylan & Caitlin. Nem tão poderoso como Little Baby Nothing e Your Love Alone de trabalhos anteriores, mas ainda assim cativante.

Vale também destacar as faixas Vivian, inspirada na fotógrafa Vivian Maier e as poderosas Distant Colours e Broken Algorithms, que lamentam a brevidade da cultura e o aumento das fake news causadas pelo advento das redes sociais. A mesma banda que um dia cantou a você para conhecer seu inimigo, agora percebe que o inimigo é onipresente, mas também invisível e inacessível.

Resistance Is Futile é o retrato fiel do que uma boa banda pode fazer com sua longa experiência. Sobrevivendo a cada álbum sem perder a essência e qualidade, os Manics continuam avançando, o que torna sua sobrevivência uma vitória absoluta.

E viva a boa música!

9,5

*********

 

Arctic Monkeys – “Tranquility Base Hotel & Casino“: Não é sempre que um álbum divide opiniões da maneira como Tranquility Base Hotel & Casino divide. Há quem diga que o 6º trampo de estúdio da banda britânica Arctic Monkeys mais parece uma compilação de músicas de elevador; outros garantem que o disco é um remédio certeiro pra quem sofre de insônia, e ainda há os que entenderam o conceito contido nas 11 faixas e juram que se trata de uma verdadeira obra-prima.

Musicalmente, o disco traz fortes influências do jazz e do lounge, o que de certa forma pode ter gerado certo estranhamento por parte dos fãs, acostumados ao estilo indie da banda. Já as composições – todas de autoria do vocalista e guitarrista Alex Turner – se baseiam em histórias de ficção científica e no cinema, especialmente nas obras de Stanley Kubrick. O álbum surgiu graças a um presente que o músico ganhou em seu trigésimo aniversário. “Eu ganhei um piano quando fiz 30 anos… ele me ajudou a inventar um novo ângulo para abordar as composições, não apenas a música, mas as letras também – se é que isso faz algum sentido.”, contou Turner ao site gringo Entertainment Weekly.

Num apanhado geral, depois de muitas audições é possível perceber uma certa agradabilidade em Tranquility Base Hotel. Entre os destaques figuram as faixas Star Treatmen, Tranquility Base Hotel & Casino, Golden Trunks, The World’s First Ever Monster Truck Front Flip e She Looks Like Fun.

Com um conteúdo espacial e aspecto futurista misturados a um certo toque vintage, que em alguns momentos lembram grandes nomes dos anos 70, Tranquility Base Hotel & Casino é um disco que diz muito sobre o seu estado de espírito: tanto pode ser encarado como uma verdadeira porcaria, como pode ser visto como um primor.

 8,0

 

Postado ao som do álbum “Resistance Is Futile” (2018), Manic Street Preachers.

 

Anúncios

Sobre rosegomes

Rose,Tia Rose, Desert Rose ou só Desert, como quiser. Estudante de jornalismo, amante de boa música e boa bebida. Traz no currículo a pretensão de ser um Fábio Massari de saias. Contato: cademeuwhiskey@gmail.com
Esse post foi publicado em Álbuns, Música e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s